Entrevista com Dr. Jacques Waisman

dr-jacques-waisman.jpg

Não basta ter uma vida longeva. O segredo que as populações mundo afora querem revelar é como chegar bem à velhice. E hoje, por sorte, já existem médicos e especialistas que se dedicam aos estudos do envelhecimento saudável. Desmistificaram a ideia do velho em casa, assistindo televisão o tempo inteiro, esperando o tempo passar. Jacques Waisman é um destes. Médico, com atuação clínica na saúde integral, com ênfase no equilíbrio metabólico e na qualidade de vida. Focado no como envelhecer bem, a importância da atividade física, alimentos recomendados, os que devem ser evitados e mais. Confira a entrevista a seguir.
 

Qual o principal segredo para se envelhecer bem? 

São cinco os principais fatores para um envelhecimento saudável: praticar exercícios físicos regularmente, ingerir alimentos saudáveis, beber água, possuir um sono de qualidade e ter fé na vida.
 

Que comidas são, aparentemente, inofensivas, mas que prejudicam à saúde? 

Os alimentos ricos em açúcar como refrigerantes, sucos de caixinha, achocolatados e os que possuem gordura vegetal hidrogenada, ou gordura trans, como batata frita de pacote ou de fast-food, biscoitos recheados, pipoca de micro-ondas, sorvete.
 

A nutrição evoluiu muito na descoberta de alimentos que trazem benefícios de médio e longo prazo para a saúde. Quais o senhor citaria como fundamentais para serem introduzidos na dieta de quem quer viver mais e melhor? 

  • Abacate: auxilia no emagrecimento, reduz os níveis de cortisol, possui antioxidantes, auxilia na saúde dos olhos, rico em vitaminas e minerais;
  • Ovos: possui vitamina D, aumenta a saciedade, contribui para o aumento da massa magra, rico em luteína e zeaxantina, o que é ótimo para a saúde ocular, e também possui lecitina que ajuda a controlar os níveis sanguíneos do colesterol;
  • Óleo de côco: o côco é a mais nobre das castanhas. É uma excelente fonte de energia, termogênico natural, auxilia o sistema imunológico, ação antioxidante, ótima opção para cozinhar;
  • Couve: Ação anti-inflamatória e cicatrizante, rica em cálcio e magnésio, ação antioxidante poderosa, desintoxicante e favorece a absorção de outros nutrientes;
  • Cacau e chocolate amargo (mínimo de 70% de cacau): diminui a resistência à insulina (em quantidades adequadas), acelera o metabolismo, regula o humor, rico em flavonoides (ação cardiovascular).
     

Adianta começar a atividade física depois dos 60, tendo passado a vida inteira sedentário? 

É recomendadíssimo iniciar a prática regular de exercícios físicos em qualquer idade, independente de um histórico anterior de vida sedentária, desde que acompanhada por um profissional habilitado para respeitar os limites de cada etapa da vida.
 

Muitos falam das atividades físicas para cuidar do corpo e chegar bem à velhice. E o que se pode fazer para cuidar da mente? Um está associado ao outro? 

O exercício físico estimula a liberação de neurotransmissores que trazem a sensação de prazer, o que beneficia com bem estar a mente. Mas eu considero muito importante para a saúde mental, a prática da leitura, ter um propósito na vida, ser uma pessoa positiva e estar incluído socialmente.
 

O que você considera o maior vilão da vida moderna, que atrapalha as pessoas a viverem melhor e mais leves? 

Atualmente, a exclusão social que o rápido avanço tecnológico está causando, associado à busca desenfreada pelo ter em detrimento do ser, junto a relacionamentos instáveis pelo pouco tempo dispensado ao próximo, e com o envenenamento silencioso da alimentação moderna e o sedentarismo, estão diminuindo a nossa qualidade de vida, tornando a vida cada vez mais difícil.

longevidadeClínica Waisman